walkbywalk

>Ano Europeu da Criatividade e Inovação

with one comment

>Pois é, parece que este ano somos epeciais e que tudo o que diz respeito a estas coisas da criatividade está no topo. Não sei se já existe alguma entidade que se dedique a perceber quais as palavras mais ditas durante o ano, mas eu pessoalmente aposto nestas: Criatividade e Inovação. Criatividade ao pequeno almoço temperado com inovação e um intervalo a meio da manha mais uma pitada de criatividade. É óbvio que sou a favor da criatividade ao pequeno almoço, ao jantar ao escovar os dentes e mesmo ao sentar, ao namorar ao andar e até mesmo respirar de forma criativa. Contudo, o facto do massacre e do aparente simplicidade com que se aborda este assunto, hmmmm… E depois encontro isto no site eurocid.pt:

“Temas em foco
Existem várias abordagens transversais directamente relacionadas com o tema do Ano Europeu, a saber:
* Actividade artística e outras formas de criatividade, desde a pré-escola ao ensino básico e secundário, incluindo o pensamento inovador assim como a capacidade de resolver problemas de forma criativa
* Manter o compromisso com todas as formas de criatividade ou expressão criativa ao longo da vida
* Diversidade cultural como fonte de criatividade e inovação
* Tecnologias de informação e comunicação como meios de criatividade e expressão criativa
* Assegurar que as competências em matemática, ciência e estudos de tecnologia promovem e estimulam a inovação
* Desenvolver uma vasta compreensão dos processos de inovação e uma maior atitude empreendedora como pré-requisito para uma prosperidade continuada
* Promover a inovação como caminho para o desenvolvimento sustentável
* Estratégias de desenvolvimento local e regional baseadas na criatividade e inovação
* Industria cultural e criativa, incluindo o design – onde o estético e o económico se encontram
* Inovação nos serviços públicos e privados”

Ponto 1) Será que algo mudará?

Ponto 2) Será que é necessário um “ano especial” para nos apercebermos que, senão a única uma das únicas capacidades que destingue o ser humano da máquina é precisamente a capacidade de, perante uma situação determinada, reagirmos por forma inesperada e “criativa”?

Ponto 3) Será que a palavra criatividade não ficará gasta com tanto uso?

Ponto 4) Será necessário estimular a criatividade ou é apenas necessário lembrar ao ser humano que ela existe? É que, numa sociedade em que temos alarmes para nos recordar de tudo, talvez este seja mais um, ou não?

JI

Written by Walkers

March 5, 2009 at 10:12 pm

Posted in Design

One Response

Subscribe to comments with RSS.

  1. >Nunca percebi o objectivo de darem nomes aos dias ou aos anos…uns são nitidamente comerciais claro, outros, bem, outros são pura hipocrisia. Na realidade, acho que a criatividade existe em todos nós, mas a sociedade faz com que, por vezes, nos esqueçamos disso. E por favor, parem de dar nomes aos anos …é ridículo e patético. O ano 2009 é o ano 2009. Ponto….mmmm… se calhar um excelente ano para um bom vinho.LOL

    Anonymous

    March 10, 2009 at 12:50 am


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: